Profissão Fight – Hit 2 – Keoma (BR)

No Profissão Fight de hoje nós vamos apresentar para vocês um dos maiores nomes do cenário de jogos de luta do Brasil e que tem grande projeção internacional –  O gaúcho, Keoma Pacheco!

 Keoma na final da Capcom Pro Tour no Brasil © UOL

Keoma na final da Capcom Pro Tour no Brasil © UOL

Nosso jogador BR comentou em entrevistas que gosta da série Mortal Kombat e The King of Fighters mas o EVO Moment #37 foi o que o fez se interessar pelo meio competitivo profissional dos jogos de luta.

Keoma diz que entrou para o Street Fighter 4 no meio de 2009 e participou de diversos campeonatos, entretanto apareceu para o grande público e teve seus melhores resultados em 2015. Nesse mesmo ano Keoma foi campeão do torneio de Ultra Street Fighter IV na BGS (Brasil Game Show) e garantiu o 7º lugar na Capcom Cup.

Em 2016 Keoma enfrenta uma dificuldade. Seu personagem principal – Abel – não está disponível em Street Fighter V. Isso não o impediu de conquistar o 9° lugar no Red Bull Kumite 2016 ,jogando com Karin ele ficou na frente do lendário jogador Daigo (Evo Moment #37), este que ficou em 10° lugar.

Em entrevista ao site Olhar Digital Keoma comenta seu estilo de jogo:

“Forçar o oponente a abrir uma brecha e então matá-lo o mais rápido possível”. Ele também usa, para descrever seu estilo, as palavras “passivo” e “reativo”, e diz que prefere “induzir” seu oponente a agir da maneira como ele quer, para então aproveitar os erros dele.

A rotina de treinos de Keoma é árdua, na mesma entrevista ao site Olhar Digital Keoma disse:

Em dias de semana (e em “alguns fins de semana”), costumo jogar cerca de 6 horas de Street Fighter; nas semanas que antecedem as grandes competições  todo meu tempo livre vai pra isso, o que totaliza cerca de 10 horas diárias de jogo.

Atualmente Keoma é patrocinado pelo Team Innova, uma organização de E-sports criada pelo ex-jogador yeTz. A equipe auxilia o jogador gaúcho com equipamentos, custeio de viagem para participar em torneios e uma ajuda de custo mensal.

Keoma diz que o patrocínio é fundamental para conseguir continuar treinando, mas que ainda não é o suficiente para se sustentar, fazendo-o trabalhar por meio período com seu pai, que possui uma empresa de gerenciamento de cargas.

Para a Evolution 2016 já foi divulgada a Chave que Keoma estará, sua primeira luta será com o americano Brian Moses

 

keoma evo

 

Fica aqui o nosso grande apoio e orgulho de ter um jogador brasileiro nos representando nos maiores campeonatos do mundo!

E fechamos com uma frase de aprendizado do próprio Keoma: “A regra número um de qualquer Street Fighter é: não pule.”

Confira agora um compilado de entrevistas e lutas de Kemoa

 

Fontes: Shoryuken,Olhar Digital, Game Blast, Techtudo, TechMundo, G1, Red BullTech Mundo 2

Imagem da capa: Pedro Falcão

 

Comentários

comentários